segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Pronúncia das Palavras Latinas

No Brasil são praticados dois tipos de pronúncia:

a)pronúncia tradicional brasileira;
b)pronúncia romana. 

A primeira é adaptada ao uso dos brasileiros e é também a mais usada em fórmulas jurídicas; a segunda consiste na pronúncia italiana, usada pela Igreja Católica.
Estas são as principais características da pronúncia:


a) ae e oe, ditongos, são pronunciados ái e ói: nautae (náutai)
b) c soa sempre como k: Cicero (Kíkero)
c) ch soa também como k: pulcher (púlker)
d) g sempre como gue ou gui: angelus (ánguelus)
e) h é levemente aspirado, quase como o h do inglês
f) j soa sempre como i (nos livros recentes, de fato, o j é sempre substituído, na escrita, pelo i)
g) m e n nunca são nasais: campus (ká-m-pus, e não kãpus)
h) r nunca como rr: Roma (róma, com o r pronunciado como em barato)
h) s sempre como ss: rosa (róssa)
i) u do grupo qu é sempre pronunciado: qui, quem (kúi, kúem)
j) v sempre como u: vita (uíta) (nos livros recentes o v é sempre substituído, na escrita, pelo u)
k) x como ks: maximus (máksimus)
l) z como dz: Zeus (dzeus)
m) as letras restantes (a, b, d, e, f, i, l, o, p, t, y) são pronunciadas como em português.

As letras dobradas como ll, tt, mm, etc., devem ser pronunciadas separadamente: coma é difrente de comma.

Nota:

entre parênteses a pronúncia e a marcação do acento tônico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers